Paraíba discute revezamento da Tocha Olímpica

Paraíba discute revezamento da Tocha Olímpica

Em João Pessoa, o Governo da Paraíba juntamente com o Comitê Rio 2016 discutiram o revezamento da Tocha Olímpica, que faz parte da programação das Olimpíadas 2016, que irá acontecer no Rio de Janeiro. A comitiva organizadora do evento foi recebida, na tarde desta quinta-feira (1º), pela vice-governadora Lígia Feliciano. O ministro do Esporte, George Hilton, participou da solenidade, realizada no Palácio da Redenção.

Na oportunidade, o diretor executivo da Rio 2016, general Marco Aurélio Costa Vieira, explicou como será o evento das Olimpíadas no país. De acordo com a assessoria do Ministério do Esporte, na Paraíba a tocha entrará por Pedras de Fogo, seguirá o roteiro passando por 13 cidades paraibanas, dentre elas: Itabaiana, Campina Grande, Guarabira, Sapé, Santa Rita, João Pessoa e Mamanguape, a partir de onde será levada para o estado do Rio Grande do Norte.

Segundo a apresentação do general  Marco Aurélio, durante a Rio 2016, serão realizados 65 campeonatos mundiais: 42 nosJogos Olímpicos, que acontecerão em 17 dias (de 5 a 21 de agosto) ; e 23 campeonatos nos Jogos Paraolímpicos, que transcorrerão em 12 dias (7 a 18 de setembro).

Os Jogos Olímpicos vai reunir 11.500 atletas, de 205 paises; 45 mil voluntários, 25,1 mil profissionais de mídia credenciados, 6,7 mil integrantes das delegações dos CPNs e 3,2 mil oficiais técnicos (árbitros e assistentes), sendo 1.350 nacionais e 1850 internacionais. Já nos Paraolímpicos, serão 4.350 atletas de 165 países, 25 mil voluntários, 7.200 profissionais de mídia, 3 mil integrantes das delegações, 1.300 oficiais técnicos (700 nacionais e 600 internacionais). 

De acordo com Marco Aurélio, estão sendo esperados 5,2 bilhões de expectadores para os Jogos Olímpicos e 2,8 mil para os Paraolímpicos. A Rio 2016 projeta uma audiência global de 5,2 bilhões de pessoas durante o evento,em 5.600 horas de trnasmissão ao vivo.

A Tocha Olímpica

Para o revezamento da Tocha Olímpica no país, serão utilizados 12 mil carregadores, que serão definidos pelos patrocinadores oficiais do evento: Bradesco, Coca Cola e Nissan. Em João Pessoa, o secretário de Esporte (Serje) Pastor Edmilson Ferreira explicou que a Tocha deve passar pelos principais pontos turísticos da capital paraibana. "Os organizadores do evento querem que passe pelos pontos turísticos, como a Lagoa, a Catedral e o Farol, para que a população possa acompanhar , adiantando que já existe um intinerário inicial apresentado pelo Comitê para ser viabilizado pela Prefeitura em que a Tocha parte do Centro Histórico de João Pessoa em direção ao Busto de Tamandaré e seguindo pela Orla do Cabo Branco até a do Bessa.      

A vice-governadora Lígia Feliciano declarou que o Estado da Paraíba recebe com muita alegria e responsabilidade a Tocha Olímpica e que o Governo vai trabalhar para que tudo esteja pronto para esse momento, especialmente, nas 13 cidades que receberão o símbolo dos jogos, que representa a paz e a união. "O investimento que Governo do Estado fez anteriormente no esporte, na construção da Vila Olímpica aqui de João Pessoa está, justamente neste momento, sendo um equipamento útil para receber todos esses atletas e essa comitivas. E nós sabemos que o esporte transforma a vida das pessoas e o Governo do Estado, o governador Ricardo Coutinho tem sempre uma visão comprometida com o esporte da Paraíba e do Brasil", concluiu a gestora.

 

 

 

 

Click PB