Paraíba discute mudanças na elaboração do PIB durante encontro nacional

Paraíba discute mudanças na elaboração do PIB durante encontro nacional

O Governo da Paraíba, por meio do Instituto de Desenvolvimento Municipal e Estadual (Ideme), participou do 23º Encontro Nacional do Produto Interno Bruto (PIB) dos Municípios, promovido pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), até essa sexta-feira (17), no Rio de Janeiro (RJ). Na oportunidade foram avaliados os resultados de 2010, 2011 e 2012; bem como o processo de reformulação no cálculo do Produto Interno Bruto (PIB) para os anos subsequentes.

O evento aconteceu concomitantemente ao Encontro Nacional de Contas Regionais, desde o dia 13, e reuniu representantes das 27 unidades da federação, que atuam diretamente na elaboração do PIB - um dos indicadores mais utilizados na macroeconomia, que tem como objetivo mensurar a atividade econômica de uma determinada região.

A Paraíba foi representada pela equipe do Departamento de Informações para o Planejamento (DIP) do Ideme, com a gerente em exercício, Leilah Barros; a coordenadora de estatística, Rosimélia Lima e a técnica Simone Olímpio.

Dentre as mudanças na nova metodologia, a equipe do Ideme destacou a forma de calcular os investimentos, que passa a contar com um novo software de pesquisa e desenvolvimento que reúne novos elementos, a exemplo da incorporação de despesas com prospecção mineral (de poços de petróleo, minas etc), que antes eram considerados gastos e não atividades que geravam conhecimento.

"A alteração não é só estrutural [metodológica], mas também abrange a base do cálculo, pois passará de 2002 para 2010", explicou Leilah Barros.

Segundo o superintendente do Ideme, Otávio Mendonça, o projeto de Contas Regionais trata-se de uma parceria técnica entre as Unidades da Federação e o IBGE, por meio de um convênio, que visa mensurar a agregação do valor adicionado anualmente por atividades econômicas, cujos resultados consolidados geram o valor agregado na economia do estado a cada ano. Na Paraíba, órgão/parceiro por esse trabalho é o Ideme.

Esses resultados, que compõem o PIB, possibilitam identificar o perfil da economia estadual e municipal ao longo dos anos, avaliando a contribuição das principais atividades e dos setores na formação da riqueza estadual. Tradicionalmente, o resultado preliminar do PIB é divulgado pelo IBGE com dois anos de defasagem. O último dado preliminar divulgado foi referente ao ano de 2012.

 

 

 

Secom