Para não ser cassado, deputado estadual renuncia ao mandato

Para não ser cassado, deputado estadual renuncia ao mandato

O deputado estadual Diógenes Basegio (PDT), alvo de um processo de cassação pela acusação de manter funcionária fantasma em seu gabinete, anunciou há pouco, em entrevista à Rádio Guaíba, a renúncia ao mandato.
 

Basegio seria julgado por seus pares na sessão de terça-feira, mas decidiu se antecipar e abrir mão do mandato. Ele leu a carta de renúncia durante a entrevista e chegou a chorar, se dizendo injustiçado com a suposta perseguição da mídia contra si. O pedetista também criticou o jornalista Giovani Grizotti, autor da matéria que veiculou as primeiras denúncias contra Basegio, e os deputados da Comissão de Ética da Assembleia.

Com a renúncia de Basegio, assume uma cadeira o atual presidente da Corag, Vinicius Ribeiro, segundo suplente da bancada. A primeira é Juliana Brizola que, agora, passa a ser titular.

 

 

Zero Hora