Para interlocutores do governo, Léa Silva, Chefe da Casa Civil, “pisou na bola”

Para interlocutores do governo, Léa Silva, Chefe da Casa Civil, “pisou na bola”

“Léa Silva pisou na bola”. Essa é a avaliação interna de interlocutores do governador Ricardo Coutinho para o episódio envolvendo a secretária da Casa Civil, Léa Silva (DEM). A demissão é o encaminhamento atual do governo, que aguarda apenas uma conversa com o ex-prefeito Carlos Antônio (DEM), patrono de sua indicação e também insatisfeito.

Ela se solidarizou com o vice-prefeito de Cajazeiras, Júnior Araújo (PTB), autor de críticas e acusações de perseguição política do governo, após a retirada de uma empresa de hemodiálise do Hospital Regional de Cajazeiras.

Internamente, o governo entende o fato como consolidado. Léa não teria mais condições de continuar no cargo depois da postura pública adotada.

 

 

MaisPB