Para Galdino, Ricardo Marcelo nunca deixou de ser candidato: ‘Não tem sentido AL ser comandada por uma pessoa só tanto tempo’

Para Galdino, Ricardo Marcelo nunca deixou de ser candidato: ‘Não tem sentido AL ser comandada por uma pessoa só tanto tempo’

O deputado estadual Adriano Galdino (PSB) comentou em entrevista ao Portal paraiba.com.br, nesta terça (6), que está trabalhando para chegar aos 26 deputados lhe apoiando para o biênio 2015-2016 da Assembleia Legislativa, afirmou que Ricardo Marcelo (PEN) nunca deixou de ser candidato e faltou em oxigenação da AL.

Galdino apontou que tudo está caminhando e ele está dialogando com os deputados. “Estamos trabalhando para isso (chegar aos 26)”, diz.

Questionado a respeito das declarações do deputado João Gonçalves (PSL) que afirmou que o atual presidente, Ricardo Marcelo vem fazendo um trabalho ‘muito forte’ nos bastidores para buscar mais uma eleição, Galdino foi direto:

“Ele já vem com oito anos de Assembleia, com o presidente. Ele nunca deixou deixou de ser candidato, também sou, mas é importante que haja alternância de poder. Não tem sentido a AL ser comandada por uma pessoa só tanto tempo”, diz.

A respeito do apoio do governador Ricardo Coutinho (PSB), Galdino apontou que também caminha com as próprias pernas. Ele destacou que é importante todo tipo de apoio e o governador é de uma grande importância, mas ele também é apoiado por deputados que não são da base do socialista e que fazem oposição ao governo.

“Acho que a AL precisa ser oxigenada, ter novos rumos e caminhos e é muito salutar que a gente possa fazer alternância de poder. Ricardo Marcelo fez um bom trabalho, mas já foi por diversas vezes, foram sete anos no poder, está na hora de mudar”, conclui.

Este ano o diferencial da disputa é o entendimento dos deputados em dividir o quadriênio em dois e votar de uma só vez os nomes. O indicado para 2017-2018 é Gervásio Maia (PMDB).
 


Marília Domingues