Para dirigente petista crise acaba se Lula desistir de ser candidato em 2018

Para dirigente petista crise acaba se Lula desistir de ser candidato em 2018

Dirigente estadual do PT, Jackson Macedo disse, na manhã deste sábado que a grande mídia e a oposição política ao Governo Federal orquestraram uma falsa crise para atingir a gestão da presidente Dilma Rousseff.

“Na verdade, o alvo principal é o ex-presidente Lula da Silva. Os opositores querem impedir que ele seja candidato à Presidência da República em 2018. A crise é tão falsa que ela acabaria caso Lula anunciasse sua desistência em disputar a Presidência”, declarou Jackson.

O dirigente petista também comentou o esperado depoimento de Nestor Cerveró e disse que o PT não tem o que temer. “O Partido dos Trabalhadores não tem relação com Cerveró. O partido não tem nenhum temor com relação ao depoimento. Queremos é que os culpados sejam condenados, independente de partido”.

O conselho de ética do PT, conforme Jackson Macedo (em entrevista ao MaisPB), vai abrir semana que vem um processo disciplinar contra o senador Delcídio Amaral [preso sob acusação de obstruir as investigações da operação Lava Jato e planejar rota de fuga para Nestor Cerveró].

Jackson Macedo também lamentou que a grande imprensa seja responsável por um processo de blindagem de políticos de oposição. “Nenhum oposicionista é citado pela grande imprensa! Há um plano da grande mídia para acabar com o PT”, finalizou o dirigente petista.

 

 

 

Mais PB