Papa recebe craques do futebol para jogo festivo no Vaticano; Ronaldinho Gaúcho não compareceu

Papa recebe craques do futebol para jogo festivo no Vaticano; Ronaldinho Gaúcho não compareceu

O papa Francisco recebeu mais de 50 jogadores de diferentes nacionalidades nesta segunda-feira, horas antes de um jogo festivo convocado pelo pontífice como ato simbólico pela paz e pela tolerância religiosa. Os atletas e ex-atletas receberam uma bênção especial do papa, que se disse contente pela adesão de tantos astros do esporte. O Brasil seria representado por Ronaldinho Gaúcho, mas o meia não compareceu ao evento. "Fico muito grato por terem apoiado meu desejo de ver campeões de diferentes países e diferentes religiões como testemunhas da amizade e da fraternidade", disse Francisco na recepção aos esportistas na Sala Paulo VI do Vaticano.

Grandes nomes da história do futebol, como Diego Armando Maradona, Andrea Pirlo, Iván Zamorano, Samuel Eto'o e Carlos Valderrama, foram ao encontro com o papa e têm participação assegurada na partida, que foi organizada pelo ex-lateral argentino Javier Zanetti. O craque Lionel Messi também pretendia jogar, mas acabou desfalcando a festa porque se contundiu no fim de semana. Já Ronaldinho Gaúcho, que também foi convidado, avisou através de seu perfil no Twitter que não participará do jogo. "Agradeço a honra do convite do papa para o Jogo pela Paz, infelizmente não poderei participar, mas desejo ótimo jogo e que Deus abençoe a todos", escreveu Ronaldinho, que está sem clube.

Muitos jogadores levaram suas famílias para o encontro com o papa, que recebeu um total de 400 convidados e cumprimentou a todos ao final da cerimônia. O pontífice disse que a partida "é uma ocasião para arrecadar fundos para projetos de solidariedade e para refletir sobre os valores universais que o esporte pode oferecer". O papa enxerga o evento como "um gesto simbólico para construir a cultura do encontro em um mundo de paz, de diferentes religiões, preservando a própria identidade, para viver em harmonia e respeito mútuo". Francisco também levou uma muda de oliveira ao encontro. Ela será plantada antes do jogo desta segunda, no Estádio Olímpico, em Roma.

 

Veja