Papa Francisco abraça transexuais no Vaticano

Papa Francisco abraça transexuais no Vaticano

Durante uma celebração na praça São Pedro neste sábado (9), o papa Francisco abraçou cerca de 50 mulheres, incluindo transexuais, provenientes de 10 países e que viveram a tragédia da prostituição e do tráfico de seres humanos.    

Segundo o jornal vaticano "L'Osservatore Romano", o abraço foi "significativo". O grupo foi levado ao Pontífice pela associação beneficente Rabbunì, que atua na província de Reggio Emilia, no norte da Itália.

O grupo foi levado ao Pontífice pela associação beneficente Rabbunì, que atua na província de Reggio Emilia, no norte da Itália

Ao periódico da Santa Sé, a organização disse que "até as mulheres forçadas a se prostituírem têm algo de belo para compartilhar e mostrar ao Papa". 

No início de 2015, Francisco já havia recebido o transexual espanhol Diego Neria Lejarraga e sua namorada.    O encontro foi fruto de uma carta enviada por Lejarraga, que nasceu menina e fez a cirurgia de mudança de sexo aos 40 anos, reclamando que era tratado pelo líder da Igreja Católica em sua região, Extremadura, como "filha do diabo".

 

 

 

 

 

Jornal do Brasil