Padre paraibano diz que Dom Aldo pagou preço alto por se envolver com política

Padre paraibano diz que Dom Aldo pagou preço alto por se envolver com política

O padre Nilson Nunes, que comanda as missas na Paróquia Santuário Nossa Senhora Mãe Rainha, em João Pessoa, comentou a renúncia Dom Aldo Pagotto a função de arcebispo da Paraíba. Para ele, Dom Aldo pagou um preço alto por ser sincero e se posicionar social e politicamente. A renúncia foi aceita pelo papa Francisco e ele, em carta, explicou os motivos para deixar o cargo e o estado.

“Creio que por ele entender de que a igreja deve estar presente na sociedade, Dom Aldo se aproximou dos poderes e dos governos e talvez isso não foi compreendido pelo paraibanos, porque estaria discutindo, por exemplo, determinadas questões, questões sociais na vida da igreja da Paraíba. Eu acho que ele pagou um preço muito grande, até de incompreensão, porque ele falar o que pensa”, opinou.

Padre Nilson Nunes defende que Dom Aldo foi injustiçado. Ele destacou as qualidades do bispo e confirmou que Dom Aldo teve problemas na administração da igreja na Paraíba e com outros padres no estado.

“Na carta de renúncia ele relata os motivos da sua renúncia. Tem problema de saúde, problemas de fato com um grupo de padres que não se identificam com ele e também fala sobre sua missão de administrar a Arquidiocese da Paraíba quando veio para João Pessoa. Ele fala da questão pastoral, mas também fala de justiça social. Ele também é muito fiel”, disse.

 

 

 

 

Blog do Gordinho