Oposição vai recorrer à Justiça para instalar CPI do Empreender

Oposição vai recorrer à Justiça para instalar CPI do Empreender

O deputado Dinaldo Wanderley Filho (PSDB) revelou, nesta quinta-feira (28), que na próxima semana a bancada de oposição irá acionar a Justiça para tentar instalar na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) a CPI do Empreender, que tem como objetivo investigar suposto uso irregular do programa nas eleições estaduais do ano passado.

Segundo a Secretaria Legislativa da ALPB, o regimento interno da Casa de Epitácio Pessoa só permite um funcionamento de CPIs e requerimentos pedindo a instalação de comissões foram apresentadas antes do requerimento da CPI do Empreender. As CPIs propostas antes da do Empreender são as seguintes: Telefonia (que já está instalada), a dos Pardais e a do Telemarketing.

“Na próxima semana estamos dando entrada ao processo via judicial para que a gente coloque como inconstitucional a CPI dos Pardais; verifique que a questão da instalação de forma regimental da CPI do Telemarketing, até agora nenhuma das duas sequer foram instaladas aqui na Casa; e para que ocorra a instalação da CPI do Empreender”, afirmou.

O deputado disse esperar um desfecho positivo do caso no Judiciário, uma vez que a bancada da oposição acredita ter uma boa condição jurídica. Ele também lamentou o fato da instalação ou não da CPI ir parar na Justiça. “Isso é um absurdo. Até xerox dos requerimento de instalação da CPIs temos que solicitar a Mesa Diretora”, afirmou.

 

 

 

 

MaisPB