Operadoras tentaram impedir CPI da Telefonia na Paraíba

Operadoras tentaram impedir CPI da Telefonia na Paraíba
O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), Adriano Galdino (PSB), revelou ontem, durante discurso na tribuna da Casa, que quatro representantes das operadoras de telefonia instaladas no Estado (TIM, Oi, Vivo e Claro) o procuraram para pedir a não instalação da CPI da Telefonia na Casa.
 
CPI essa, que investiga os péssimos serviços oferecidos aos consumidores paraibanos.
 
“Quando nós estávamos prestes a instalar a CPI da Telefonia Móvel eu fui visitado por quatro cidadãos muito bem trajados, representante de cada operadora. Foram conversar comigo na presidência sobre a possibilidade de não instalar a CPI. Eu disse: companheiros o nosso compromisso é com a Paraíba e com os paraibanos”, afirmou o presidente. 
 
Galdino disse ainda que a Assembleia tem cumprido o seu papel em busca de melhores serviços para os paraibanos e ainda revelou aos representantes das operadoras que só existiria um motivo para não se instalar a CPI: Caso o deputado autor tivesse desistido da sua propositura. 
 
 
 
 
 
 
 
Do Portal Correio