Operação Desumanidade: empresários fugitivos se entregam na sede do MPF e estão presos

Operação Desumanidade: empresários fugitivos se entregam na sede do MPF e estão presos

Os empresários José Aloysio Júnior e Cláudio Roberto Medeiros se entregaram na sede do Ministério Público Federal (MPF), em João Pessoa, e estão presos. O fato ocorreu na semana passada, oportunidade em que foram ouvidos pelos procuradores que atuam no caso. Os empresários estavam foragidos desde a deflagração da segunda fase da Operação Desumanidade, em 28 de junho deste ano.
 

Na segunda fase da operação foram expedidos três mandados de prisão preventiva contra José Aloysio Júnior, José Aloysio Neto e Cláudio Roberto, além de 14 conduções coercitivas e dois mandados de busca e apreensão.

 

Posteriormente, uma ação conjunta entre MPF, Ministério Público do Estado da Paraíba e Polícia Federal resultou no cumprimento de mandado de prisão preventiva contra José Aloysio da Costa Machado Neto, que teve a prisão preventiva convertida em prisão domiciliar pelo Tribunal Regional Federal da 5ª Região. Ele foi preso em uma clínica, na cidade de João Pessoa, em 12 de julho.

 

Operação Desumanidade - Trata-se de investigação que envolve fraude à licitação, desvio de recursos e lavagem de dinheiro em obra de município do Sertão do estado. As apurações ocorrem sob sigilo por determinação do Tribunal Regional Federal da 5ª Região.
 
 
 
 
 
 

Ascom PRPB