Operação ‘Integração Criminosa’ prende três pessoas na Capital

Operação ‘Integração Criminosa’ prende três pessoas na Capital

A Polícia Civil da Paraíba, por meio da Delegacia de Crimes contra o Patrimônio de João Pessoa, realizou nesta quarta-feira (26) uma operação que resultou na prisão de três pessoas, entre elas um policial civil e outro militar, suspeitos de praticar desvios de conduta para a extorsão de traficantes em bairros da Capital. Com o trio foram apreendidas armas e outros materiais

A operação ‘Integração Criminosa’ foi pautada em investigações que subsidiaram mandados de prisão e de busca e apreensão contra os três envolvidos, que foram presos em suas residências, em João Pessoa. De acordo com o delegado Erilberto Maciel, o trio preso vinha sendo investigado após denúncias. “Recebemos várias denúncias que apontavam para a existência de um grupo que agia fazendo extorsão. Ao reunir informações chegamos a essas três pessoas e com um trabalho rigoroso de investigação descobrimos que as vítimas dessa extorsão podem ser envolvidas com o tráfico de drogas e dois dos três presos eram policiais, o que agravava ainda mais a situação”, informou.

O Policial Civil preso é aposentado e é parente do Policial Militar que também foi preso. Este atuava na Companhia de Sapé, como motorista de viatura, mas as abordagens aos supostos traficantes eram feitas em João Pessoa. “Em muitas das vezes que abordou as vítimas ele chantageava, extorquia, enganava. A terceira pessoa presa não tem vínculo com a Polícia. O PM vai responder por um processo administrativo e pode até ser expulso da corporação”, explicou.

Ainda de acordo com o delegado, as investigações continuam. “Estamos apurando o funcionamento do grupo, tentamos buscar mais provas, principalmente com estes supostos traficantes de entorpecentes e que podem estar envolvidos com esse crime de extorsão. Estamos atentos para punir os criminosos, independente de quem cometa o crime”, finalizou o delegado Erilberto Maciel.


 

Secom-PB