Obras do Espaço Cultural entram em fase de conclusão

Obras do Espaço Cultural entram em fase de conclusão

A obra de reforma e ampliação do Espaço Cultural José Lins do Rego, em João Pessoa, entra em sua fase final, com 90% concluída. Durante visita ao Espaço Cultural, na tarde desta quarta-feira (28), o governador Ricardo Coutinho disse que até o final desse primeiro semestre o Espaço Cultural deverá ser entregue totalmente revitalizado e pronto para receber atrações culturais de música, teatro, artes plásticas e dança.

Ricardo Coutinho vistoriou as obras acompanhado dos secretários de Cultura, Chico César, do superintendente da Suplan, João Azevedo, do presidente da Fundação Espaço Cultural, Lau Siqueira, e dos engenheiros responsáveis pela obra, Márcio Ibrahin e Alexandre Mousinho. O Governo do Estado está investindo R$ 48 milhões na reforma e ampliação do Espaço Cultural.

O governador pediu para a empresa acelerar o ritmo da obra para que no final de junho o equipamento possa ser devolvido à população com uma nova roupagem e com todos os espaços em condições de funcionamento. “O Governo do Estado está garantindo o pagamento dos recursos para a conclusão da obra e acompanhando de perto o andamento mês a mês para garantir a agilidade. É uma obra grandiosa que impulsionará as produções culturais da Paraíba e se afirmará como um dos maiores espaços de cultura do Brasil”, destacou.

De acordo com o engenheiro responsável pela reforma, Márcio Ibrahin, os serviços estão avançados e 90% concluídos, restando serviços no teatro, na galeria Archidy Picado, no cinema, e entrada principal. Ele acrescentou que a Escola de Dança, a área administrativa, a Estação Ciência, os mezaninos, os auditórios e o piso e a cobertura da Praça do Povo já foram finalizados. “Temos 280 trabalhadores contratados pela empresa tocando a obra, além do pessoal terceirizado que está orientado a dar um bom andamento aos serviços”, disse.

“A complexidade da obra aumentou bastante, na medida em que a reforma começou a ser executada. Por se tratar de um prédio com mais de 30 anos, muitos serviços que inicialmente não estavam previstos precisaram ser feitos por questão de segurança, devido ao elevado grau de deterioração em que se encontravam as instalações do Espaço Cultural”, justifica o engenheiro.

O superintendente da Suplan, João Azevedo, informou que nos próximos 30 dias o equipamento deverá ser entregue à população com espaço próprio para a orquestra, para dança, um novo teatro com capacidade para 570 pessoas sentadas, um novo cinema, todos em condições de receber qualquer atração nacional ou internacional. "Estamos investindo aqui R$ 48 milhões para entregar um novo Espaço Cultural que cumpra como principal fomentador da cultura paraibana", comentou.

Para o presidente da Fundação Espaço Cultural (Funesc), Lau Siqueira, existe uma grande expectativa na entrega do equipamento, que passou 30 anos sem uma reforma e que está totalmente recuperado e modernizado para realização das mais diversas atividades culturais. "Trabalhamos para que a mudança do Espaço Cultural não seja meramente física, mas conceitual e de afirmação da cultura paraibana. Isso se dará a partir da inauguração com a vinda de uma grande atração nacional e paraibana para marcar a nova etapa do Espaço Cultual que terá um calendário efetivo de atividades culturais o ano todo", ressaltou.

 

Secom