Obra do novo viaduto de JP começa nesta 6ª, não fecha trânsito e gera 150 empregos

Obra do novo viaduto de JP começa nesta 6ª, não fecha trânsito e gera 150 empregos

As obras do Viaduto do Geisel em João Pessoa terão início nesta sexta-feira (30), segundo informou o secretário dos Recursos Hídricos, Meio Ambiente, Ciência e Tecnologia, João Azevedo. A obra visa adequar as interseções para transposição da BR-230 e seus respectivos sistemas viários de acesso. A previsão para a entrega do Viaduto é de um ano e serão gerados 150 empregos.

“A partir de amanhã [sexta], a empresa responsável já começa a instalar os recursos necessários no local fazendo o isolamento da área onde existirá a obra. É uma obra do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) que é executada pelo Estado, através do Departamento de Estradas de Rodagem (DER) da Superintendência de Obras do Plano de Desenvolvimento do Estado (Suplan)”, afirmou João Azevedo.

Segundo garantiu o secretário, o trânsito no local – que sempre fica congestionado em horários de pico – não será afetado com as intervenções da obra. Ele explica que o fluxo pelos dois sentidos BR-230 no trecho da construção será mantido sem nenhuma alteração, já que, o viaduto ficará localizado à margem direita da rodovia no sentido de quem vem da Universidade Federal da Paraíba para Bayeux, na região metropolitana.

“Esse transtorno foi minimizado devido ao espaço do terreno na lateral ao lado do estádio Almeidão. A obra será feita mais a direita da BR-230 já para que seja feita sem interromper o trânsito no local”, descreveu.

Os motoristas só começarão a ter que se adequar com as mudanças no trânsito neste trecho quando a estrutura para o viaduto já estiver pronta e for dado início às obras das alças que ligam o viaduto.

“Quando tiver o concreto para o viaduto e as alças começarem a ser construídas terá um desvio de trânsito, para a execução dessas alças. Neste momento, teremos problemasno tráfego”, disse o secretário completando que os transtornos serão minimizados com o acompanhamento da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana. A previsão para início das obras das alças é de no mínimo 90 dias, de acordo com João Azevedo.

Ainda segundo o secretário, além de desafogar o trânsito no local, a obra irá gerar entre 100 a 150 empregos diretos.

“Essa é uma obra que enfrenta o maior problema de mobilidade em João Pessoa, atingindo mais de 500 mil pessoas que passam pelo transtorno naquela área. Mas, antes de um ano, ficará tudo pronto”, garantiu.

A obra tem recursos previstos na ordem de R$ 31.348.747,29, sendo R$ 13,5 milhões do Estado e R$ 17,8 milhões do Ministério das Cidades.

O Viaduto do Geisel terá 1,75 km de extensão, com quatro alças que têm o objetivo de melhorar o acesso viário. A intervenção vai solucionar os problemas de circulação na interseção da BR-230 atendendo aos bairros das zonas sul e sudeste da Capital. O projeto em concreto armado, com alças e trevos e foi aprovado pelo Departamento Nacional de Infraestrutura Transporte (DNIT), em Brasília.

Nesta quinta-feira (29), o governador Ricardo Coutinho autoriza, às 18h, na Avenida Juscelino Kubitschek, no bairro do Geisel, em João Pessoa, a construção do Viaduto do Geisel.