Obama pede US$ 3,7 bilhões para lidar com imigração ilegal infantil nos EUA

Obama pede US$ 3,7 bilhões para lidar com imigração ilegal infantil nos EUA

Para combater o que chamou de crise humanitária, o presidente Barack Obama pediu nesta terça-feira (8) ao Congresso 3,7 bilhões de dólares, cerca de 8 bilhões de reais, para lidar com uma onda de menores da América Central que estão atravessando ilegalmente a fronteira com os EUA, sobrecarregando recursos de imigração e causando uma tempestade política em Washington.

De acordo com a Casa Branca, o dinheiro ajudaria a aumentar a assistência e transporte de crianças desacompanhadas, aceleraria a remoção de adultos com crianças e aumentaria a capacidade dos tribunais de imigração. O dinheiro também aumentaria a vigilância na fronteira dos EUA e ajudaria os países da América Central a repatriar os enviados de volta pelos Estados Unidos.

Obama pediu o dinheiro em uma carta ao presidente da Câmara, John Boehner. O pedido não inclui propostas de alterações legislativas que a Casa Branca quer fazer. Mas o presidente americano disse que ainda vai buscar essas alterações, incluindo  adicional para acelerar a retirada de crianças que chegarem aos EUA de nações como Guatemala, Honduras e El Salvador. Obama disse que também quer aumentar as penas para pessoas que contrabandeiam migrantes vulneráveis​​, como crianças.

Esses pedidos acontecem enquanto Obama anuncia planos para corrigir o sistema de imigração disfuncional norte-americano. Isso poderia colocar Obama na posição aparentemente contraditória de pesar propostas para proteger milhões da deportação, ao mesmo tempo que tenta apressar deportações de crianças desacompanhadas.

Cenário: Obama tenta superar legado de 2013 ao iniciar os últimos anos de governo

Congressistas republicanos culpam políticas de Obama pela confusão; funcionários da administração de Obama contestam. Mais de 50 mil crianças chegaram ao país desde outubro, muitas fugindo da violência em casa, mas também desenhada por rumores de que eles podem ficar nos EUA.

Obama planeja discutir a crise com líderes locais durante uma visita de angariação de fundos políticos no Texas na quarta, mas ele tem resistido as chamadas para visitar a fronteira. A Casa Branca convidou o governador republicano do Texas, Rick Perry, que está entre aqueles que pressionam Obama para ir à fronteira enquanto ele ainda está no estado.

A porta-voz de Perry, Lucy Nashed, confirmou que o governador e Obama se encontrarão. "É um prazer que o presidente Obama tenha aceitado o convite para discutir a crise humanitária e de segurança nacional ao longo de nossa fronteira no sul", disse ela.

Presidente da Comissão de Dotações de Casa, Hal Rogers, um republicano, disse que a situação na fronteira é "extremamente terrível".

2013: Senado dos EUA aprova reforma migratória; Câmara debaterá projeto de lei

"É claro que será necessário um financiamento adicional para garantir o bom atendimento dessas crianças não acompanhadas, fazer cumprir a lei e garantir ainda mais a nossa fronteira, para que esses problemas possam ser atenuados em curto prazo", disse ele por meio de comunicado. "Nosso comitê vai se concentrar em fornecer o que é necessário para atender as necessidades em curso."

O pedido da Casa Branca incluiria:

- Solicitar 1.100 milhões de dólares ao Departamento de Segurança Nacional para ajudar a deter os imigrantes e aumentar a fiscalização. Isso incluiria 879 milhões de dólares para pagar a retirada dos adultos que viajam com crianças, proporcionar espaço adicional para deter esses indivíduos e acelerar o julgamento de adultos que cruzam a fronteira ilegalmente com as crianças;

- Solicitar 433 dólares para proteção da fronteira e alfândega e cobrir os custos de horas extras e de facilidades adicionais para deter crianças desacompanhadas enquanto eles estão em custódia da patrulha de fronteira. A medida também inclui cerca de US$ 40 milhões para aumentar a vigilância pelo ar, com voos de drones ao longo da fronteira;

- Fornecer 64 mil dólares americanos para o Departamento de Justiça para a contratação de 40 equipes adicionais de juízes de imigração. A Casa Branca diz que, juntamente com um pedido anterior de 35 equipes adicionais, o sistema seria capaz de processar um adicional de 55 mil a 75 mil casos por ano;

- Fornecer $ 1,8 bilhão de dólares para o Departamento de Saúde e Serviços Humanos para o atendimento de crianças desacompanhadas, incluindo abrigo e cuidados médicos.

Como legisladores retornam a Washington esta semana após recesso de uma semana, o pedido de gastos de Obama deve ser o foco enquanto o Comitê de Apropriações do Senado agendará uma audiência para examiná-lo.

*Com AP

 

Ig