Obama liga para Dilma e diz que pretende continuar a trabalhar com o governo do Brasil

Obama liga para Dilma e diz que pretende continuar a trabalhar com o governo do Brasil
O presidente americano, Barack Obama, ligou nesta terça-feira para a presidente Dilma Rousseff e a parabenizou pela reeleição. Obama também aproveitou para dizer que espera remarcar para o ano que vem a visita de Estado que Dilma faria em outubro do ano passado, mas que adiou por conta do vazamento do caso de espionagem americana. Dilma, membros do governo e a Petrobras foram alvo da espionagem do Agência Nacional de Segurança.

"(Espero que os dois países) trabalhem os mecanismos existentes para definir a agenda para 2015, estabelecendo as bases para preparação da visita de Estado da Presidenta brasileira aos EUA em momento oportuno".

 

Obama disse à colega brasileira que as eleições no país demonstraram "solidez da democracia brasileira" e que pretende continuar a trabalhar com o governo do Brasil. O americano afirmou ainda que espera encontrar Dilma em Brisbane, na Austrália, por ocasião do G-20, nos dias 15 e 16 de novembro. Finalmente, Obama disse que o vice americano, Joe Biden, contou a ele que teve boa impressão do Brasil quando esteve em São Paulo para a abertura da Copa do Mundo.

As informações foram divulgadas pela Secretaria de Comunicação Social da Presidência, segundo a qual Dilma agradeceu as palavras do colega americano e disse que "é importante o trabalho bilateral com vistas a preparar uma visita de Estado aos EUA. A presidente também afirmou que as eleições foram importantes para o Brasil e para a região. E que o Brasil tem "todo o interesse em estreitar os laços com os Estados Unidos". A presidente respondeu que será uma satisfação encontrá-lo na Austrália.

Dilma também recebeu uma ligação de cortesia do presidente da Guiné Bissau, José Mário Vaz, por conta de sua vitória no último domingo.


 
 

O Globo