“O Brasil não aceita golpe”, diz RC sobre impeachment de Dilma

“O Brasil não aceita golpe”, diz RC sobre impeachment de Dilma

O governador Ricardo Coutinho (PSB) defendeu, nesta sexta-feira (13), a presidente Dilma Rousseff (PT) das especulações envolvendo seu nome nos escândalos da operação lava Jato e possibilidade de impeachment. Segundo Ricardo, não existe nada de concreto contra a presidente, pois em nenhum momento seu nome foi citado nas investigações.

“O Brasil passa por um momento difícil. Agora, entre passar por um momento difícil e querer arrancar um mandato que a população brasileira deu a uma pessoa, que é a presidente Dilma, vai uma distância muito grande. O Brasil não aceita mais golpe”, afirmou.

Ricardo disse também que não existe nada de concreto para político A ou B ocupar tribunas de parlamentos para incitar o impeachment.

“Estimular o impeachment por que. O que é que existe de concreto contra a presidente”, indagou.

O governador ressaltou que todos precisam entender que o Brasil precisa de governabilidade. “Se não tiver isso, perdem todos, a exemplo do cidadão que está nos ouvindo e saindo para comprar seu tomate”, completou.

Ricardo disse ainda que “quem tem culpa no cartório em relação à corrupção tem que pagar, mas ressalta agentes públicos, políticos e setores da sociedade tem que deixar o Ministério Público, a Polícia Federal e a Justiça atuarem”.

Atos pró e contra Dilma

Na tarde desta sexta-feira (13) entidades como CUT e MST realizam atos pró-Dilma em vários estados do país. Na Paraíba, o evento acontece em João Pessoa (PB). Partidos como PT, PSB e PCdoB também participarão das manifestações. Já os protestos contra a presidente serão realizados na Capital na tarde do próximo domingo (15).

 

 

Cristiano Teixeira – MaisPB