Nova regra de ICMS pode deixar produtos na internet até 50% mais caro

Nova regra de ICMS pode deixar produtos na internet até 50% mais caro

O presidente do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Guilherme Afif Domingos, disse que os produtos comercializados na internet por micro e pequenos empresários poderão ficar até 50% mais caros com a nova regra de cobrança do ICMS nas operações interestaduais. Convênio do Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz) estabelece que o recolhimento do imposto se dê noestado de destino, e não no de origem, como defendem associações empresariais.

"Criaram um sistema medieval em plena era digital. Um pequeno empresário que também usa o comércio eletrônico e recolhe oito impostos numa guia única será obrigado a se inscrever em cada um dos estados da federação para onde ele for vender e emitir guias de recolhimento" afirmou Afif Domingos.

 

 

 

 

180 Graus