Notificações de microcefalia na PB passam dos 500 casos, diz Ministério

Notificações de microcefalia na PB passam dos 500 casos, diz Ministério

O número de notificações de casos suspeitos de microcefalia relacionada ao vírus zika na Paraíba chegou a 504, segundo relatório do Ministério da Saúde divulgado nesta terça-feira (5). Segundo o órgão, 99 cidades têm registro e cinco óbitos estão sendo investigados. Entre 2010 e 2014, a soma denotificações no estado era de 21. Em todo o Brasil já são 3.174 notificações, sendo 1.185 em Pernambuco e a Paraíba segue como o segundo estado em registros.

 

No relatório anterior, divulgado no dia 29, eram 476 notificações, número confirmado no dia 30 pela Secretaria de Estado de Saúde (SES). Segundo o órgão estadual, no entanto, os casos estavam concentrados em 96 cidades, 21 já tinham sido confirmados, 30 descartados e 425 seguiam sendo investigados.  

Relação com Zika

O Ministério da Saúde confirmou no dia 28 de novembro a relação entre o Zika vírus e o surto de microcefalia na região Nordeste. O Instituto Evandro Chagas, órgão do MS em Belém (PA), encaminhou o resultado de exames realizados em um bebê, nascido no Ceará, com microcefalia e outras malformações congênitas. Em amostras de sangue e tecidos foi identificada a presença do Zika vírus.

O Ministério da Saúde recomenda que as gestantes adotem medidas que possam reduzir a presença de mosquitos transmissores de doença, com a eliminação de criadouros, além de se protegerem da exposição de mosquitos, mantendo portas e janelas fechadas ou teladas, usar calça e camisa de manga comprida e utilizar repelentes permitidos para gestantes.

Também faz parte destas orientações o acompanhamento e as consultas de pré-natal, com a realização de todos os exames recomendados pelo médico. O Ministério da Saúde reforça ainda a orientação de não consumirem bebidas alcoólicas ou qualquer outro tipo de drogas, não utilizar medicamentos sem orientação médica e evitar contato com pessoas com febre ou infecções.

 

 

 

G1