Nos meses ruins de vendas no Brasil, Paraíba melhora segundo IBGE

Nos meses ruins de vendas no Brasil, Paraíba melhora segundo IBGE

As vendas do comércio varejista da Paraíba se descolaram do cenário nacional e o Estado registrou a maior taxa de crescimento de junho do país, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), na comparação com o mês anterior. O avanço foi de 3,9% em junho na Pesquisa Mensal do Comércio (PMC). Já o país e outros 23 Estados recuaram no mês da Copa do Mundo.

Além da Paraíba, somente os estados do Maranhão (1,6%), do Rio de Janeiro (0,5%), de Rondônia (0,2%) e de Roraima (0,1%) apresentaram resultados positivos em junho sobre maio. O país registrou recuo de 0,7%, o pior desde maio de 2012, quando retraiu 0,8%. Apesar do número de dias úteis terem sido reduzidos com a Copa, o mês foi considerado forte no comércio regional devido às datas comemorativas dos Namorados e das festas juninas.

Na comparação com junho do ano passado, o comércio varejista da Paraíba expandiu 7,4%, quarta maior taxa do país e o maior índice do Nordeste. Os estados do Norte como Acre (15%), Rondônia (9,9%) e Roraima (9,1%) registraram as maiores taxas, enquanto o país registrou um crescimento de apenas 0,8%. No acumulado do primeiro semestre, a Paraíba acumula alta, agora, de 4,5%, ficando acima da média nacional de 4,3%.

No comércio varejista ampliado, que inclui o varejo e as atividades de veículos, motos, partes e peças e de material de construção, a Paraíba também mostrou crescimento de (4,9%), atrás apenas do Acre (5,1%), enquanto o país apresentou recuo de -3,6%.



MaisPB com Secom PB