Nonato diz que vai votar contra fusão do PPS com PV, SD e PSB: ‘partido tem que crescer com as próprias pernas’

Nonato diz que vai votar contra fusão do PPS com PV, SD e PSB: ‘partido tem que crescer com as próprias pernas’

O presidente do PPS na Paraíba e vice prefeito de João Pessoa, Nonato Bandeira (PPS) afirmou que é contra a fusão de seu partido com o PV, SD e PSB. Para o gestor, não é questão de serem partidos grandes ou pequenos, mas acredita que o partido tem que ‘crescer com as próprias pernas’.

Bandeira afirmou em entrevista ao Sistema Arapuan de Comunicação que vai votar contra a fusão dos partidos já que é membro da executiva nacional como representante da Paraíba. Ele destacou que quer manter a coerência e não é porque passou muito tempo ao lado de Ricardo Coutinho (PSB) que agora vai adotar uma posição que um ano atrás tomou outra. A declaração se encaixa na questão de apoio político, mas o vice prefeito exemplificou apontando que foi contra a fusão do PPS com o PMN.

“O partido cresceu com as próprias pernas, não tinha nenhum senador e agora temos um. Temos a pconversas com os movimentos sociais, nos portando decentemente quando era oposição... é próprio da democracia fazer oposição”, conta e exemplifica com a política dos Estados Unidos afirmando que a oposição que os Democratas fazem a Obama é incrível e que a oposição feita a Bill Clinton pediu o impeachment do presidente por um caso extraconjungal.

“É dentro da normalidade, vou votar contra, sou do diretório nacional, represento a Paraíba e temos que crescer, mas não artificialmente pegando carona no PSB que elegeu 30 e tantos deputados”, explicou destacando a história política do PSB que começou em 1947 com José Lins do Rego. “Temos que crescer com nossos próprios méritos, mudar número, sigla, princípios, programa… crescemos com dois deputados, o PT perdeu 18, o PSDB cresceu, o DEM perdeu demais. É parte da democracia defendo que o PPS mantenha-se e cresça com as próprias pernas”, diz.

 
 


Marília Domingues