Nonato admite conversar com Ricardo, mas ratifica: ‘não estou discutindo adesão ao governo’

Nonato admite conversar com Ricardo, mas ratifica: ‘não estou discutindo adesão ao governo’

O presidente estadual do PPS e vice-prefeito de João Pessoa, Nonato Bandeira, desconversou sobre uma possível aproximação com o governador Ricardo Coutinho (PSB), na concretização da fusão entre os partidos. Apesar disso, negou fugir de uma conversa, se Ricardo for o presidente do partido.

Bandeira criticou analistas e até partidários que declararam que ele estaria ‘de volta ao ninho’ com a fusão dos partidos e garantiu: “Quero mandar um aviso aos navegantes, até o PPS mesmo, que não estou discutindo governo. Ricardo tem compromisso com quem apoiou ele para o governador e não vamos barganhar de forma alguma”, afirma.

O presidente afirmou que já esteve no governo e quando saiu não ficou com “um pé lá e outro cá, deixa a família num canto e deixa em outro… não estou discutindo adesão ao governo”, conta. Bandeira afirmou que ninguém vai fazer processo de cooptação e a discussão pela fusão será feita pelas duas direções nacionais”, diz.

Para ser mais explícito, Nonato garantiu que vai discutir partido político e se o presidente for Ricardo, não há problema. O governador é o presidente de honra, mas o presidente estadual do PSB é Edvaldo Rosas e Nonato lembrou que já teve conversas com ele inclusive no período eleitoral, onde ele (Nonato) explicou que não tinha condições de apoiar, pois o partido já estava com a maioria definida.

“Não se trata de ir em condição subalterna, nem de adesismo. O governo ganha e já tem um monte de gente correndo”, critica.

 
 


Marília Domingues