No Vale do Piancó: Jovem de 19 anos é acusado de lesar dezenas de pessoas pela internet

No Vale do Piancó: Jovem de 19 anos é acusado de lesar dezenas de pessoas pela internet

A Operação Lammer foi deflagrada na manhã desta quinta-feira, 5, pela Polícia Civil de Itaporanga e cumpriu mandado de busca e apreensão na residência do jovem Edson Vagner Jacobino de Sousa, de 19 anos. O rapaz mora na Rua Capitão João Pedro, em Conceição, e é acusado de aplicar golpes pela internet desde os 16 anos de idade. Entre os vários equipamentos aprendidos, está o computador supostamente utilizado nos crimes. Ele será periciado e poderá contribuir para a completa elucidação das fraudes.

De acordo o delegado regional, Glêberson Fernandes, que comandou a operação, o jovem fez vítimas em São Paulo e, principalmente, em Minas Gerais, onde mais de 50 pessoas foram lesadas. Segundo as investigações, o homem clonava perfis de vendedores sérios das empresas que atuam na internet (Mercado Livre e Todaoferta) e também utilizava perfis próprios, oferecendo produtos com preços a baixo do mercado, mas tudo não passava de um golpe: os interessados depositavam o dinheiro na conta do golpista, mas não recebiam as compras porque os equipamentos postos à venda não existiam.

O dinheiro era depositado pelos clientes em uma conta do jovem na agência da Caixa Econômica de Itaporanga.. Depois de receber várias denúncias contra Edson Vagner, o Procon de Bolo Horizonte acionou a delegacia regional, que começou a investigar o caso, culminando com um mandado de busca e apreensão expedido pela Justiça itaporanguense contra o acusado.

A polícia chegou à residência, onde o jovem reside com os pais, no começo da manhã e iniciou o trabalho de busca e apreensão, mas o acusado, segundo informações de familiares, encontra-se passeando em São Paulo, para onde foi de avião. De acordo com o delegado, ele tinha um padrão de vida incompatível com sua renda como montador de equipamento de TV por assinatura, o que já havia, inclusive, levantado suspeita em seus próprios familiares. No quarto dele, aparelho de televisão e computador sofisticados e caros, de acordo com os policiais, além da assinatura de revistas nacionais.

Entre os equipamentos apreendidos, estão vários receptores piratas de TV por assinatura. Seu computador pessoal será encaminhado à perícia, que poderá encontra novas evidências e provas da ação do rapaz. A polícia também quer saber a quantidade de pessoas vítimas do golpista e todas as circunstâncias de suas ações criminosas. De acordo ainda com o delegado regional, a conta bancária do jovem já foi bloqueada, mas as fraudes não envolviam apenas dinheiro.

A polícia também descobriu que ele realizava trocas fraudulentas de equipamentos pela internet. Por exemplo, oferecia celulares caros que não possuía em troca de outros produtos. Atraídas, pessoas mandavam os equipamentos pelos Correios ao acusado, mas não recebiam o aparelho ou recebiam algum produto quebrado.

Conforme Glêberson Fernandes, a operação foi batizada de Lammer porque o nome faz referência a um tipo de pessoa que pensa que é um hacker, mas, na verdade, sabe pouco de internet ou coisas não muito profundas e termina se dando mal. “Ele deixou muitos rastros em seu caminho de golpes”, comentou dr. Glêberson, que vai aprofundar as investigações e poderá pedir a prisão do acusado. 

Fonte: Folha do Vali