No Vale, vice-prefeito rompe e busca oposição

No Vale, vice-prefeito rompe e busca oposição

O vice-prefeito de Nova Olinda, jornalista Idácio Souto (PMDB), rompeu politicamente com o grupo da prefeita Maria do Carmo (PSDB). Idácio acusa a gestora e não cumprir acordos assumidos com ele.

Em reunião com a prefeita,  na terça-feira (10), em João Pessoa,  para tratar da sucessão municipal em Nova Olinda, Idácio ficou surpreso por Maria do Carmo não confirmar o apoio a ele. A tucana tem preferência por Diogo Richelle, seu filho adotivo, como pré-candidato a prefeito no próximo ano.

O vice-prefeito contou Maria do Carmo que estava visitando as bases em Nova Olinda e comunicando que era o candidato da coligação com apoio do governo municipal, conforme foi acertado em 2008. No entanto, ele acabou recebendo um “não é assim não” da gestora, conforme contou o peemedebista ao blog do Ary Ramalho.

“Então está descumprindo o acordo que fizemos. Assim não dá mais certo”, rebateu Idácio sustentando que o compromisso era para ter sido em 2012, mas ele não teve condições de disputar a cabeça de chapa devido ao acidente que  matou sua esposa.

Maria do Carmo  e Idácio assumiram a Prefeitura de Nova Olinda em 2009 em uma  eleição suplementar após a cassação da prefeita, Maria da Guia, filha do ex-prefeito João Raimundo.

O vice prefeito já se articula com o grupo das oposições no sentido de  disputar o pleito  de   2016.

 

 

MaisPB