No Vale, vereador diz que câmara municipal lembra ditadura

No Vale, vereador diz que câmara municipal lembra ditadura

O vereador Hermógenes Azevedo Xavier (PTN) disse que o presidente da câmara de vereadores de Piancó José Bráulio Junior não vem cumprindo o regimento interno da câmara e age com uma espécie de ditador. Segundo o parlamentar mirim piancosense há tempos que a mesa diretora sob a orientação do presidente não segue o curso normal das sessões.

 

Ele afirmou que não existe mais a ordem do dia e que os vereadores não sabem o que vai entrar em pauta durante a sessão. Ainda com informações do vereador Hermógenes as sessões ordinárias que normalmente acontecem as quintas-feiras não acontecem e apesar dos vereadores comparecerem ao prédio da câmara o local algumas vezes fica fechado.

 

O parlamentar ainda disse que alguns Projetos de Leis chegam a ser colocados em votação sem o parecer das comissões responsáveis. Ele afirmou que até o momento a Lei de Diretrizes Orçamentarias(LDO), o Plano Plurianual(PPA) e a Lei Orçamentária Anual(LOA)apesar de se encontrar na câmara desde de agosto não tramitou entre os vereadores e sequer foi levado para ser mostrado e debatido em audiência pública.

 

A Lei de Responsabilidade Fiscal exige que o Plano Plurianual(PPA) seja debatido em audiência pública. Se nenhum dos três projetos possa ser votado pelos parlamentares mirins, a câmara de vereadores não pode entrar em recesso e o Poder Executivo vai trabalhar com as mesmas condições anteriores. O que pode gerar um desgaste nos poderes e afetar negativamente o município.

 

Vale News PB