No 1º dia da paralisação, envelopes para depósito ‘somem’ nos bancos

No 1º dia da paralisação, envelopes para depósito ‘somem’ nos bancos

A partir desta terça-feira (6), bancários da rede pública e privada cruzam os braços e entram em greve por tempo indeterminado.

Na pauta de reivindicações, a concessão de 14,57% de aumento salarial, destes 9,57% referentes à reposição da inflação no período.

Na tarde de ontem, representantes do sindicato da categoria e do Procon se reuniram e acordaram a manutenção de 30% dos serviços, dentre eles a realização dos depósitos nos terminais de atendimento eletrônico. Mas não é o que se verifica no 1º dia da paralisação. Em algumas agências, os envelopes para depósito em dinheiro não estão disponíveis, só restando os envelopes para depósitos em cheque.

 

 

MaisPB