Nabor rebate Dinaldinho e diz que ele tem medo de enfrentá-lo na disputa pela prefeitura de Patos

Nabor rebate Dinaldinho e diz que ele tem medo de enfrentá-lo na disputa pela prefeitura de Patos

O deputado estadual Nabor Wanderley (PMDB) rebateu as declarações do deputado Dinaldinho (PSDB) e disse que ele tem medo de enfrentá-lo na disputa pela prefeitura de Patos. “Dinaldinho tem é medo de me enfrentar. O problema dele é que ele não tem projeto para Patos”, disse. Segundo Nabor, o nome trabalhado até o momento pelo PMDB é o da atual prefeita Francisca Motta, mas até o dia 20 de junho eles devem se reunir para fechar esta questão.

Dinaldinho afirmou que Francisca Motta pode desistir de tentar a reeleição para a prefeitura da cidade e que seu provável substituto, o deputado Nabor Wanderley, teria problemas na justiça para conseguir viabilizar sua candidatura. Já Nabor Wanderley afirmou que foi o projeto dos prefeitos tucanos que destruiu a cidade de Patos e que até agora o PMDB está reconstruindo a cidade. Segundo ele, a pré-candidatura de Francisca Motta está mantida.

“Não tem nada definido ainda não. Até porque o que continuo defendendo é a reeleição de Francisca. Não tratamos nada ainda porque como diminuiu o período da eleição, temos que tratar mais das administrações e a questão política a gente vão sentar agora em junho para começar a definir as coisas. Até agora onde eu sei, vamos trabalhar pela reeleição de Francisca Motta. Ela está fazendo um bom trabalho apesar das dificuldades da crise. E acho que ela precisava de mais quatro anos para concluir as obras que estão em andamento”, disse.

Nabor Wanderley afirmou que deixa sue nome à disposição caso a prefeita decline de se colocar na disputa e criticou Dinaldinho, que também é pré-candidato a prefeito de Patos. “Claro que estou disponível, a gente vive na vida pública, não só eu como os outros filiados ao partido, mas a prioridade é a reeleição de Francisca. O problema de Dinaldinho é que ele não tem um projeto para Patos. A gente vem desde 2005, quando pegamos a prefeitura destruída, construindo uma nova cidade e um projeto político administrativo que vem dando certo. O país passa por uma crise grande e apesar das dificuldades a prefeita vem conseguindo pagar em dia os servidores e ainda tem recursos para as obras”, declarou.

O parlamentar ainda criticou a postura de Dinaldinho de afirmar que ele teria processos na justiça e possivelmente não pudesse ser candidato. “Isso é medo de me enfrentar. Estão tentando passar uma imagem de que eu não posso ser candidato, que respondo a processo. Mas quem responde a processo e tem condenação é o pai dele pelo desmantelo que fez na prefeitura de Patos. Não sou eu. Graças a Deus estou livre e desimpedido. De oito nãos de mandato já tive sete contas aprovadas, falta apenas o julgamento da última, que está em análise no Tribunal de Contas”, disse.

E continuou: “Então com relação a isso estou muito tranquilo. Quem parte para este tipo de política de agressão, de tentar destruir a imagem de outras pessoas é porque tem medo de enfrentar. Eu respeito ele, mas trabalho em cima de um projeto de governo para Patos e caso eu seja candidato a nossa política é diferente, é de discutir os problemas da cidade e contribuir para que Patos continue crescendo. Essa questão de tentar denegrir a imagem de uma pessoa para tentar crescer nós não concordamos. A gente tem o que mostrar de trabalho e não precisa estar preocupado com a vida de ninguém não”.

 

 

 

 

Blog do Gordinho