Na véspera do fim do prazo para tirar e transferir título, eleitores lotam o TRE-PB

Na véspera do fim do prazo para tirar e transferir título, eleitores lotam o TRE-PB

Faltando um dia do fim do prazo para emissão da primeira via do título eleitoral, regularização e transferência de título, crescem as filas na sede do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB), em João Pessoa, e nos postos do órgão em todo o estado nesta terça-feira (03).

Em João Pessoa, diversas pessoas estão desde 3h da manhã na fila para regularizar pendências. Para tentar diminuir a fila, funcionários do TRE abriram as portas do prédio antes do horário previsto, que seria às 12h. E cerca de 120 pessoa já entram para começar o atendimento. 

A empresária Flávia Macêdo disse ter chegado no TRE por volta das 8h e mais de 200 pessoas já estavam no local. "Os funcionários disseram que só irão entregar 300 fichas, isso quer dizer que estou aqui fora, mas não tenho certeza se vou ser atendida", ressaltou. 

Para evitar as filas, o TRE-PB orienta que os eleitores consultem a situação eleitoral no site do órgão antes de procurar os cartórios ou postos de atendimento da Justiça Eleitoral nos SACs.

A informação pode ser visualizada no menu “Eleitor”, opção “Situação Eleitoral”, onde a consulta pode ser feita informando-se o nome da mãe ou o número do título. Conforme o TRE-BA, devem ficar atentos ao prazo aqueles que necessitem prioritariamente solicitar a emissão da primeira via do título, fazer a regularização eleitoral ou a transferência de município.

O TRE-PB informa também que os eleitores com deficiência têm também até amanhã (4) para solicitar transferência e votar nas seções especiais. O fechamento do cadastro é nacional, sendo a data limite para a regularização do eleitor que deverá comparecer às urnas no próximo dia 2 de outubro.

Documentos necessários

Para solicitar os serviços eleitorais, os cidadãos precisam se dirigir aos postos de atendimento munidos de documento oficial com foto e comprovante de residência recente. No caso do primeiro título para as pessoas do sexo masculino entre 18 e 45 anos, o comprovante de quitação militar é também obrigatório.

Após 4 de maio, e até 10 dias antes das eleições, os únicos serviços que poderão ser solicitados pelo eleitor é a emissão da segunda via do título eleitoral e a certidão de quitação eleitoral.