Na Paraíba, o PSDB e o PMDB já estão unidos

Na Paraíba, o PSDB e o PMDB já estão unidos
 Como se sabe, as decisões políticas e eleitorais ocorrem de cima para baixo. Acontecem a partir de Brasília, onde atuam as principais lideranças dos partidos. Dar-se como exemplo os acordos que estão para ser celebrados entre PMDB, PSDB, PSD, PTB, incluindo outros partidos, como PSC e PP. Os senadores Cássio Cunha Lima e Zé Maranhão se encontraram e deixaram uma parte da questão resolvida. A outra para ser fechada posteriormente.
 
“Quebraram” o gelo e hoje discutem os assuntos políticos com a maior tranquilidade. O clima é bem diferente da tentativa de reaproximação da campanha de 2014, quando Cássio, então candidato a governador, evitou por várias vezes contatos com os peemedebistas, que pretendiam apenas participar da chapa junto com os tucanos ocupando a vaga de senador.
 
Cássio e Maranhão conversaram. No entanto, não se sabe o teor do diálogo. Houve um despiste do senador peemedebista, que alegou: “tratarmos de projetos relativos à Paraíba”. E quando dois políticos se encontram não se discute assuntos políticos, não? Ainda mais dentro do período da pré-campanha para as eleições municipais?
 
Bem, só se as coisas mudaram de alguns dias para cá. É fato: mantém segredo absoluto sobre o que conversaram a respeito da sucessão de João Pessoa, uma estratégia natural para quem está pensando nos passos a serem dados em 2018. A preço de hoje, como se diz, a aliança entre PSD, PMDB, PSDB, PTB, PP e PSC… está muito bem encaminhada.
 
Agora, afirmar taxativamente que está formalizada só o tempo dirá se vai ser possível reunir essas forças políticas nas eleições deste ano, em João Pessoa. Sem atrapalhar a disputa em outros municípios. Isto parece outro assunto bastante claro entre os principais protagonistas do possível “acordão”. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
(com Hélder Moura)