Na Paraíba, ministro da Saúde defende volta da CPMF; 'R$ 50 bilhões foram retirados por ano'

Na Paraíba, ministro da Saúde defende volta da CPMF; 'R$ 50 bilhões foram retirados por ano'

O ministro da Saúde, Arthur Chioro, afirmou durante o terceiro encontro Norte e Nordeste de Secretários Municipais de Saúde, em João Pessoa, que foram retirados R$ 50 bilhões anuais da Saúde com a extinção da CPMF no Brasil e pediu que União, Estados e Municípios possam cumprir seu papel. “Vamos discutir com a sociedade brasileira, qual o padrão que queremos”.

Chioro afirmou que é necessária uma atenção especial à Saúde e criticou a extinção da CPMF que a financiava. “Temos que reconhecer que o Sistema de Saúde Público é sub-financiado  para garantir desde a vacinação até transplantes. Temos que ter um padrão de gastos para que União, Estados e Municípios possam cumprir seu papel, mobilizando prefeitos, governo, secretários municipais… vamos discutir com a sociedade brasileira qual o padrão que queremos”, diz.

O ministro afirmou que quer um Sistema universal e integral. Ele lembrou que a população envelhece e é preciso melhorar o padrão e reclamou do fim da CPMF. “Foram mais de R$ 50 bilhões retirados da Saúde, estamos pagando o preço da ação que foi feita para retaliar Lula. Todos têm compromisso com a Saúde para elevar a contribuição e garantir à população lá na ponta, o padrão de qualidade que ela merece e têm direito.

O congresso permanece instalado até a próxima sexta (12).

 

 

 


Marília Domingues / Adelton Alves