Na frente do pai: Trio invade residência e executa usuário de drogas a tiros em Bayeux

Na frente do pai: Trio invade residência e executa usuário de drogas a tiros em Bayeux
A polícia trabalha com a hipótese de  “acerto de contas” relacionado com o tráfico de  drogas para explicar o assassinato de  Adriano de Assis Bezerra, 36 anos. Ele foi executado a tiros na tarde desta quinta-feira (26) na cidade de Bayeux, região metropolitana de João Pessoa.

Por volta das 16 horas, Adriano de Assis Bezerra estava dentro de casa na Rua Severina Correia, no conjunto Alto da Boa Vista, quando teve o imóvel invadido por três homens.

Depois de uma ligeira discussão, os desconhecidos sacaram as armas e assassinaram Adriano de Assis com cinco disparos. O crime foi presenciado pelo pai dele que não pode fazer nada, porque foi ameaçado de morte caso tentasse qualquer reação. No momento dos disparos, a vítima chegou a pedir socorro à mãe por várias vezes.

Durante as investigações, o delegado Pedro Ivo tomou conhecimento de que Adriano de era usuário de drogas e já tinha sido processado por estelionato.

 
 
 


Paulo Cosme\Jota Ferreira