Mulher melão encarna dominatrix e diz “Um tapinha não dói”

Mulher melão encarna dominatrix e diz “Um tapinha não dói”

Renata Frisson, a Mulher Melão, acaba de iniciar uma nova fase na carreira musical. A funkeira, uma das precursoras da Era das Frutas, acaba de assinar contrato com a Universal Music e lança nos próximos dias a música “Destruidora”.

A promessa de hit fala de uma mulher destruidora, óbvio, mas que sabe ser submissa ou dominadora quando quer. A própria Melão tem os dois lados. “Acredito que toda mulher é um pouco submissa. Eu sou. O poder me excita. Um tapinha não dói mesmo. Entre quatro paredes vale tudo, desde que você se seu parceiro estejam de acordo”, disse ela ao EXTRA.

Para badalar a música, Melão fez o que sabe de melhor: sensualizar. Ela aparece de lingerie, saltos, segurando chicote… o que não falta é fetiche para atiçar a imaginação alheia.
Mulher Melão lança o funk “Destruidora”

Mulher Melão sensualiza em clima fetichista

Mulher Melão sensualiza em ensaio fetichista

 

 

 

extra.globo.com