Mulher de jogador preso era mantida em cárcere privado há 15 dias

Mulher de jogador preso era mantida em cárcere privado há 15 dias

Um jogador de futebol foi preso nesta terça-feira (5) em Votuporanga (SP) depois de denúncia de cárcere privado. A vítima era a mulher dele, de 19 anos. Em depoimento, ela disse que sofria agressões e que há 15 dias era impedida de sair de casa.

A Polícia Militar chegou à casa jogador depois de denúncia anônima, onde os policiais encontraram a mulher dele, presa e com marcas pelo corpo. Em depoimento da vítima à polícia, ela disse que tinha medo de denunciar as agressões porque sofria ameaças.

Bruno Henrique de Barros, lateral direito do Votuporanguense, foi preso por cárcere privado, lesão corporal e ameaça. Ele treinava com o restante da equipe no Plínio Marin quando foi abordado pela Polícia Militar. De acordo com o boletim de ocorrência, as chaves da casa foram encontradas dentro do carro do jogador.

O presidente do clube, Marcelo Stringari, disse que a equipe está surpresa, já que o atleta nunca teve problemas de comportamento.

O jogador prestou depoimento na Delegacia da Mulher de Votuporanga e foi encaminhado à cadeia de Guarani D’Oeste (SP). Em nota, o Votuporanguense disse que deve manter o contrato do jogador até que o final das investigações.

 

G1