MPF pede condenação de Galego de Souza por envolvimento na ‘Máfia das Sanguessugas’

MPF pede condenação de Galego de Souza por envolvimento na ‘Máfia das Sanguessugas’

O deputado estadual Jaci Severino (PP), ou Galego de Souza como é mais conhecido, ainda não é réu em ação de improbidade administrativa, mas está muito próximo de acontecer depois que o Ministério Público Federal (MPF) pediu a sua condenação. A encrenca a que se meteu o parlamentar remete ao período em que foi prefeito de São Bento, município localizado no Sertão da Paraíba. Além dele, 22 pessoas e nove empresas estão envolvidas em duas fraudes em processos de licitações.

Uma delas para construção de quatro unidades de saúde, no valor de R$ 446.766,75 e outra para aquisição de equipamentos hospitalares, cujo valor ultrapassa a R$ 800 mil. O esquema teve ligações com a “Máfia das Sanguessugas”, descoberta em 15 de setembros de 2006. Trata-se de organização criminosa, com práticas de ilícitos criminais, administrativos e atos de improbidade administrativa voltadas à aquisição fraudulenta.

Além do pedido de condenação, o Ministério Público Federal pede a suspensão dos direitos políticos dos envolvidos e perdas de funções públicos, perdas de valores acrescidos ilicitamente ao patrimônio, ressarcimento integral do dano e pagamento de multa, conforme informações da instituição.

A reportagem tentou localizar o deputado Galego de Souza, mas ele não foi localizado para falar a respeito do assunto. Trata-se de um parlamentar discreto, que dificilmente é visto na tribuna da Assembleia Legislativa.

 

 

 

 

Paraíba.com.br