MPF faz operação para apurar desvio de verbas em cidades do Sertão da PB

MPF faz operação para apurar desvio de verbas em cidades do Sertão da PB

Uma operação que investiga desvio de recursos públicos em obras na área de Saúde e Educação em municípios do Sertão paraibano foi deflagrada nas primeiras horas desta sexta-feira (4) pelo Ministério Público Federal (MPF) da Paraíba. De acordo com a MPF, estão sendo cumpridos 18 mandados de busca e apreensão. Durante a ação do MPF, estão previstas 10 conduções coercitivas, expedidas pelo Tribunal Regional Federal (TRF) da 5ª Região. 

 

Uma das pessoas investigadas na operação é o prefeito da cidade de Emas, Segundo Madruga. Equipes do MPF e da Polícia Rodoviária Federal (PRF) cumpriram mandado de busca e apreensão na casa do pai do gestor, na praia de Camboinha, em Cabedelo. O prefeito e um empresário do ramo da construção civil prestam esclarecimentos na sede do MPF em Patos.

A operação ocorre em conjunto com o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado do Ministério Público Estadual da Paraíba (Gaeco) e com a Controladoria-Geral da União (CGU). Executam as medidas dois procuradores regionais da República, seis procuradores da República, 22 promotores de Justiça do Gaeco e 12 auditores da CGU. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) presta segurança às equipes e auxilia no transporte de documentos e equipamentos apreendidos.

 

 

 

G1