Movimentos feministas realizam ato "Por Todas Elas" em João Pessoa nesta quarta-feira

Movimentos feministas realizam ato "Por Todas Elas" em João Pessoa nesta quarta-feira

As mulheres paraibanas organizadas e o Movimento Feminista Organizado da Paraíba promovem uma manifestação pelo fim da violência contra as mulheres, nesta quarta-feira (dia 1º), a partir das 18h, no Busto de Tamandaré, na orla de João Pessoa. Intitulado de “Ato por todas Elas”, o evento visa protestar contra a “Cultura do Estupro” e chamar a atenção da sociedade para os constantes casos ocorridos no Brasil e na Paraíba.

“Esse ato acontece devido aos constantes casos de estupros e abusos sexuais cometidos em nossa sociedade, como o que aconteceu recentemente no Rio de Janeiro, onde uma jovem foi violentada por cerca de 30 homens”, destacou uma das organizadoras do ato, Luiza Oliveira. Na Paraíba, ressaltou a feminista, os indicadores de violência contra a vida das mulheres são estarrecedores. 

Luiza Oliveira cita o caso do estupro coletivo da cidade de Queimadas, no Cariri paraibano; o caso das mulheres sequestradas no bairro dos Bancários, na Capital, que foram levadas e estupradas, no município de Goiânia PE. “Com isso a sociedade, em especial as mulheres, não aguenta mais tanto terror e medo diante de inúmeros crimes hediondos de estupro”, destacou a feminista.

O evento – Durante o “Ato por todas Elas” haverá microfone aberto para falas das mulheres, panfletagem, performances dramatizando o tema, arte visual sobre o tema, exibição de cartazes e faixas de protesto. De acordo com a organização do movimento, as discussões darão origem a um documento com propostas para políticas públicas para as mulheres - principalmente na área de segurança publica - que será entregue as autoridades competentes. 

“Convidamos a imprensa e todas as mulheres para participar do evento, trazendo sua indignação e seu repúdio, pois a violência contra as mulheres não pode ser naturalizada e nem tolerada”, convocou Luiza, lembrando que essa violência é fruto da “Cultura do Machismo”, opressão e abusos, onde a mulher é tratada como objeto de domínio e desprezo. 

 

 

 

 

Click PB