Montagem no Facebook usa padre Djacy e sua luta contra a seca para criticar PT e o ex-presidente Lula

Montagem no Facebook usa padre Djacy e sua luta contra a seca para criticar PT e o ex-presidente Lula
Uma página no Facebook está fazendo circular na rede uma foto manipulada, usando a figura do padre paraibano Djacy Brasileiro e sua luta em favor das vítimas da seca, para tecer opiniões e críticas ao ex-presidente Lula e o Partido dos Trabalhadores.
 
A forma como a imagem é usada está provocando a revolta do pároco e de internautas que acompanham e apoiam o trabalho dele.A mensagem usa uma foto do padre Djacy com um cartaz em que ele diz que são 12 milhões de nordestinos morrendo de sede.
 
 

A imagem foi manipulada para tecer comentários considerados ofensivos a Lula e ao PT e teria sido postada numa página do Facebook denominada "O Brasil que se lasque" nessa segunda-feira (16).
 
Padre Djacy divulgou várias mensagem sobre a fraude, manifestando revolta com a ação da pessoa ou grupo que utilizou indevidamente a sua imagem e o seu trabalho. "Estou revoltadíssimo. Já me aconselharam procurar a Justiça. Usaram a minha foto para denegrir a imagem de uma pessoa humana. O que é um absurdo e eu não comungo com esse tipo de atitude. Quem fez isso está cometendo um crime", desabafou o pároco.
 
Padre Djacy disse que não existe nenhum interesse político na sua luta. Ele sequer é filiado a qualquer partido e jamais gostaria de ver a sua imagem relacionada ao uso político.
 
"Quem fez isso quis usar de politicagem. Eu estou muito chateado e constrangido porque a mensagem é violenta, desrespeitosa e isso para mim é criminoso".
 
Ele fez diversos apelos nas sua página e perfis no Facebook e Twitter denunciando a postagem e pedindo para que não compartilhem ou curtam a foto fraudada. 
 
"Vejam o que fizeram com a minha foto. Vejam que absurdo. Estou revoltadíssimo. Esse tipo de coisa não coaduna com minha postura ético-moral. Peço aos amigos e amigas do Facebook que desconsiderem essa mensagem ofensiva, agressiva".
 
"Há uma pessoa que, no Facebook, está postando uma mensagem desrespeitosa, violenta, direcionada ao ex-presidente Lula, como se fosse minha. Esse tipo de coisa não coaduna com a minha postura cristã. Peço aos amigos e amigas que, por conhecer meu trabalho, desconsiderem essa foto com a mensagem extremamente agressiva".
 
Na página em que a foto fraudada foi usada, desde a sua postagem um dia atrás até as 16h desta terça-feira (17), já havia 646 compartilhamentos e 287 pessoas já haviam curtido a mensagem com o uso indevido da foto do pároco paraibano.
 
As mensagens denunciando o uso indevido de sua foto postadas pelo padre Djacy estão circulando desde a segunda-feira, no momento em que ele percebeu a fraude. Desde então vem recebendo a solidariedade de que a lê.
 
"Tem gente quem tem tempo pra fazer esse tipo de coisa !!! Já pra ajudar em uma causa nobre e vital como "essa da seca" deve ta indisponível, mt cheio etc... Continue sua luta Padre ela é digna de aplausos"
 
"Isso é coisa de quem não tem coragem de postar as coisas com o próprio nome, aí quer colocar na conta do padre, não deixe que isso lhe atinja, padre Djacy Brasileiro, Estou rezando pelo senhor, avante!!!"
 
Padre Djacy Brasileiro é pároco da cidade de Pedra Branca, localizada no Sertão do estado da Paraíba. Ele ficou conhecido ao peregrinar pelas áreas mais castigadas pela estiagem e divulgar o sofrimento dos sertanejos com a falta de água e pedir aos governantes pela transposição do Rio São Francisco e por ações que ajudem o homem do campo e que combatam os efeitos da seca.
 
O Brasil conheceu sua luta em 2011, quando o padre foi até Brasília levando uma cruz de lata, simbolizando o drama dos nordestinos que ainda usam a lata para buscar água em locais distantes. Ele permaneceu em frente ao Congresso Nacional para chamar a atenção dos parlamentares, políticos e da sociedade brasileira para o problema cíclico e contínuo dos períodos de escassez de chuvas no Nordeste e o sofrimento de quem vive no semiárido.
 
Fonte: Luciana Rodrigues