Ministro descarta racionamento de energia no Nordeste

Ministro descarta racionamento de energia no Nordeste

O ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, descartou nessa sexta-feira (20), ao participar da solenidade de inauguração de uma subestação em Barras, o racionamento de energia no Nordeste. Ele chegou ao município por volta das 16h30, acompanhado do governador Wellington Dias.

"No Nordeste não temos risco de racionamento, já que temos geração térmica e eólica que garante o abastecimento", declarou o ministro ao admitir que o país vive uma de suas maiores crises hídricas.

Eduardo Braga garantiu que o plano de investimento do setor elétrico está mantido e que 2015 será um ano fortalecido em relação ao setor. "Estamos vivendo uma crise hídrica como nunca tivemos na história do país. Janeiro de 2015 foi o mês em que menos choveu na séria histórica de que se tem registro no Brasil", informou.

Em Barras, o ministro de Minas e Energia anunciou investimentos da ordem de R$ 150 milhões para o programa Luz Para Todos que vai beneficiar 11.500 domicílios no estado.

Energia Eólica

Eduardo Braga anunciou ainda que foi autorizado o leilão de hidrelétricas para o estado do Piauí do setor eólico e que elas serão fundamentais para resolver parte da crise hídrica. "É um investimento extraordinário e que o Piauí vai se transformar na nova fronteira de geração de energia eólica no país. O sistema eólico já está consolidado no Rio Grande do Norte, Ceará e será aqui no Piauí", afirmou, ressaltando que os investimentos são da ordem de R$ 2 bilhões e que as hidrelétricas já foram autorizadas pela presidente.

O governador Wellington Dias ressaltou que fará uma negociação com a presidente para que o preço no leilão permita que investidores apostem no Piauí.

 

 

 

 

Cidade Verde