Ministro da Integração Nacional vem à Paraíba nesta quinta e visitará obras da Transposição

Ministro da Integração Nacional vem à Paraíba nesta quinta e visitará obras da Transposição

O Ministro a Integração Nacional, Francisco José Coelho Teixeira, estará em Campina Grande nesta quinta-feira (07). Ele desembarca pontualmente às 8:30h no Aeroporto Presidente João Suassuna, onde concederá entrevista à imprensa da Paraíba. Do aeroporto, o Ministro segue para uma inspeção aos trechos das obras do projeto de transposição de águas do Rio São Francisco.

O Ministro Francisco Teixeira será recepcionado na Paraíba pelo Senador Vital do Rêgo (PMDB-PB). Foi Vital quem solicitou ao Ministro a inspeção, sobretudo no trecho da Paraíba, estado para o qual Vital pediu à Presidente Dilma Rousseff uma terceira entrada das águas do São Francisco, beneficiando o Vale do Piancó (o chamado Ramal Piancó da Transposição). A alteração foi confirmada pelo Ministério recentemente e, na visita, o Francisco Teixeira poderá detalhar esta novidade do projeto.

Francisco Teixeira passará dois dias vistoriando as obras, nos eixos Norte e Leste. O objetivo é estar presente em todos os trechos, para verificar pessoalmente o andamento dos trabalhos. Segundo o Ministério da Interação Nacional, atualmente todos os trechos do projeto de integração das bacias estão com obras em andamento.

Ao todo, trabalham na obra cerca de 11.500 operários, atuando nos dois expedientes, sendo que em alguns trechos os trabalhos são desenvolvidos 24 horas por dia. Este é o maior número de trabalhadores que a obra da transposição já teve, desde o início dos trabalhos. O objetivo é manter o cronograma do Governo Federal que prevê a entrega da obra concluída até o ano que vem.

A inspeção será feita com sobrevoos pelos trechos em obras e também com a visita por terra. Segundo dados da assessoria do Ministério, atualmente as obras do projeto de integração das bacias encontram-se com 60% de execução física. O projeto prevê a construção de quase 470 km de canais, além de estações de bombeamento, que irão beneficiar quatro estados: Paraíba, Pernambuco, Ceará e Rio Grande do Norte.

 

Assessoria