Ministério Público vai investigar conduta promotor que teria ameaçado criança

Ministério Público vai investigar conduta promotor que teria ameaçado criança

O promotor de Justiça Valfredo Alves Teixeira, da cidade de Sousa (Sertão do estado), será investigado pelo Ministério Público Estadual.

Uma reclamação disciplinar foi instaurada nessa segunda-feira (10) para averiguar a conduta do membro do judiciário.

Ele se envolveu em uma briga em um clube de lazer do município e imagens da discussão circularam nas redes sociais durante o fim de semana.

A reclamação disciplinar foi instaurada após o registro de um Boletim de Ocorrência feito nessa segunda-feira. A denúncia partiu de uma mulher chamada Amanda Dantas, que afirma que o promotor ameaçou bater em seu filho, uma criança de seis anos. No domingo (9), Valfredo Alves Teixeira disse, ao Portal Correio, que a discussão teve início após o garoto arremessar uma garrafa em seu filho de apenas dois anos.

“Eu fui defender meu filho, cobrar que a família do outro garoto tomasse providências. Mas, no final, ficou tudo resolvido. O pai desse menino é filho de um dos meus melhores amigos aqui da cidade de Sousa. Guardo muito respeito pela família inteira, está tudo bem", alegou.

A reclamação disciplinar foi instaurada pelo procurador Aucides Jansen e o caso será entregue a promotora-corregedora Fabiana Lobo. No procedimento, será investigado se houve algum tipo de conduta vedada durante a briga.

Ainda em conversa com o Portal Correio, o promotor Valfredo Alves Teixeira negou boatos de que havia abusado de autoridade durante a discussão. "Sou promotor sim, mas quando tiro meu paletó e estou em um momento de lazer, como era o caso, sou um cidadão como qualquer outro. Em momento algum me vali da minha profissão para levar vantagem", garantiu.



Fonte
Do Portal Correio