Michel Temer reassume o PMDB e reforçará campanha de Vital Filho a governador

Michel Temer reassume o PMDB e reforçará campanha de Vital Filho a governador

O vice-presidente da República, Michel Temer, reassumiu nesta quarta-feira, 16, a presidência nacional do PMDB, posto do qual estava licenciado desde o último mês de março de 2013, quando foi reeleito para o comando da legenda. "Poderei ter um protagonismo maior de natureza exclusivamente política não apenas administrativa. Esse protagonismo significa que vamos percorrer o País exatamente para tentar em todos os Estados fazer prevalecer o nosso PMDB", afirmou Temer, que se reuniu com parte da cúpula do PMDB na sede da legenda em Brasília.

Segundo Temer, um primeiro giro pelo País ocorrerá no próximo dia 24, quando deve desembarcar na Paraíba, onde o senador Vital do Rego (PMDB) disputa o comando do Estado.

Antes da decisão de hoje, ocupava o cargo de forma interina o vice-presidente, senador Valdir Raupp (RO). "Com o retorno dele, potencializa o poder de vice-presidente com o de presidente nacional da legenda. Isso fortalece o PMDB nesta eleição", disse Raupp após o encontro.

"É uma forma de arregimentar o partido, somam-se as duas coisas", ressalvou o senador Romero Jucá (RR).

No discurso eleitoral que levará aos palanques, Temer deve ressaltar a participação dos ministros do partido na realização da Copa do Mundo. Um ensaio foi feito no encontro de hoje.

"É importante notar o quanto o PMDB tem contribuído para o governo federal. Tomo a liberdade de mencionar esses últimos eventos da Copa do Mundo, que foi um sucesso administrativo extraordinário. Nesse sucesso participaram pelo menos três ministros do PMDB: o ministro Moreira Franco (Aviação), o do Turismo, primeiro com Gastão Vieira, depois com Vinicius Lages, e depois, convenhamos, não faltou energia, então um sucesso também patrocinado por um membro do PMDB, que é o ministro Edison Lobão (de Minas e Energia)", ressaltou.

MaisPB com Exame