Mercedes anuncia demissão de 500 e coletivas para mais 7 mil no ABC

Mercedes anuncia demissão de 500 e coletivas para mais 7 mil no ABC

  A Mercedes-Benz anunciou nesta terça-feira (19) a demissão de 500 funcionários na fábrica de São Bernardo do Campo. Os cortes são referentes a funcionários que estavam com os contratos suspensos. Eles serão desligados da empresa em 29 de maio.

Além disso, outros 7 mil trabalhadores das áreas de produção entrarão em férias coletivas por 15 dias a partir de 1 de junho. A Mercedes, em nota, a Mercedes afirma que "precisa recorrer às medidas para enfrentar o desfavorável cenário econômico".

A Mercedes disse ainda que possui um excedente de 1.750 colaboradores na fábrica.

 

A crise na Mercedes
Em abril, a Mercedes havia anunciado que iria demitir 500 pessoas da planta, localizada na região do ABC. Porém, no final do mês, após greve dos funcionários, a montadora decidiu cancelar as demissões.

Na época, a marca afirmou que abriria planos de demissões voluntárias, os PDVs, e que avaliaria os resultados em 18 de maio. A empreza produz caminhões e ônibus no local.

GM
Na última sexta-feira (15) a GM anunciou suspensão de contrato de mais 900 funcionários na fábrica de São Caetano do Sul, também no ABC. Além deles, outros 816 trabalhadores da empresa já estavam afastados.

 

 

 

G1