Médica fala sobre avanços nas pesquisas sobre o zika

Médica fala sobre avanços nas pesquisas sobre o zika

A médica Adriana Melo, responsável pela descoberta da relação entre microcefalia e o zika vírus, falou sobre os avanços nos estudos do caso.

Adriana relatou que o projeto tem ganhado parcerias importantes como a UFRJ e o Dr Almícar Tanuri, que é renomado na área de virologia especializada em genética.

– O vírus que circula aqui é o mesmo que circulou na Polinésia Francesa, tendo o vírus asiático comparado ao vírus africano. O africano interfere em células, e o asiático atrofia e murcha as mesmas, migrando para centros motores e de fala, interferindo na ligação entre um neurônio e outro.

Em tal diferenciação, ela citou que a proliferação da chikungunya tem assustado os pesquisadores, que, ao passo que se espalhou, aumentou em 200% os atendimentos na emergência.

Com relação às descobertas feitas em meados de setembro/outubro de 2015, quando a pesquisa começou, até agora, ela alertou sobre as sequelas nos bebês, como lesões de retina e também acinesia fetal, que causa a má formação de membros.

– Não existe nada parecido com esse vírus na história até hoje – disse ela sobre o zika.

A médica ainda falou sobre a falta de estímulo financeiro dado às pesquisas, em contrapartida com a contribuição significativa  que as mesmas já deram para a medicina.

 


 

 

 

 

Campina FM