MEC seleciona 39 municípios que poderão receber cursos de medicina

MEC seleciona 39 municípios que poderão receber cursos de medicina

Com o objetivo de criar 11,5 mil novas vagas de graduação em medicina até 2017, os ministérios da Educação e da Saúde anunciaram nesta quinta-feira (4) que selecionaram 39 municípios aptos a receber novas faculdades do curso superior. As cidades escolhidas têm 70 mil habitantes ou mais e não ofereciam a formação médica.

De acordo com o Ministério da Saúde, a intenção do governo é dar atenção às necessidades da população e à infraestrutura dos serviços. A pasta informou que deu priorizou localidades com escassez de médicos.

Os 39 municípios escolhidos para sediar novas faculdades de medicina estão distribuídas em 11 estados: Bahia, Espírito Santo, Minas Gerais, Pará, Pernambuco, Paraná, Rio de Janeiro, Rondônia, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo.

Além dos municípios apontados pelo Executivo federal, outros sete - Crato (BA), Bacabal (MA), Ananindeua (PA), Itaboraí (RJ), Assis (SP), Indaiatuba (SP) e Pindamonhangaba (SP) - terão seis meses para promover adequações recomendadas pelo MEC para também poderem sediar o curso.

Uma comissão de especialistas dos dois ministérios vistoriou 205 cidades que se habilitaram para receber faculdades de medicina. Segundo o Ministério da Educação, os 39 pré-selecionados atendem, entre outros, a pré-requisitos de infraestrutura, importância da cidade em relação aos municípios vizinhos e condições de receber novos alunos.

Dados de julho divulgados pelo governo apontam que, atualmente, há no Brasil 21.674 vagas de medicina.

 

G1