Marta Suplicy detona indicação de Juca Ferreira para o cargo de ministro

Marta Suplicy detona indicação de Juca Ferreira para o cargo de ministro

A senadora e ex-ministra da Cultura Marta Suplicy fez uma dura crítica à indicação de Juca Ferreira para o Ministério da Cultura pela presidente Dilma Rousseff, anunciada na terça-feira. Em sua página oficial no Facebook, Marta afirmou que Juca promoveu "desmandos" na pasta. O sociólogo foi Ministro da Cultura de agosto de 2008 até o final da gestão de Lula, em 2012, e anteriormente foi secretário executivo do ministro Gilberto Gil.


Não é a primeira crítica pública de Marta Suplicy ao governo Dilma. Na sua carta de demissão, Marta afirmou que esperava uma equipe que "resgatasse a confiança e a credibilidade" ao governo da presidente reeleita. Também sobra uma indireta para Alexandre Padilha, candidato derrotado do PT ao Governo do Estado de São Paulo, quando Marta afirma que é "sintomático" o anúncio partir dele.


Nada mais sintomático do que Alexandre Padilha, aquele que foi rejeitado pelo povo paulista, nas últimas eleições, para anunciar Juca Ferreira no Ministério da Cultura.

A população brasileira não faz ideia dos desmandos que este senhor promoveu à frente da Cultura brasileira. O povo da Cultura, que tão bem o conhece, saberá dizer o que isto representa.


Durante o período como ministra, Marta promoveu o "vale-cultura", um projeto de 2009 do ex-ministro Juca Ferreira.


Juca atualmente é secretário de Cultura da prefeitura de São Paulo, na gestão do petista Fernando Haddad. Segundo nota oficial, Dilma agradeceu a dedicação da ministra interina Ana Cristina da Cunha Wanzeler, que comandou o ministério após a saída de Marta Suplicy.


O sociólogo foi coordenador da área de Cultura da campanha da presidente Dilma Rousseff e articulou o apoio de artistas.