Marina Silva quer a viúva de Eduardo Campos como candidata a vice, diz revista Piauí

Marina Silva quer a viúva de Eduardo Campos como candidata a vice, diz revista Piauí

De acordo com informações da repórter Daniela Pinheiro, da Revista Piauí, Marina Silva (PSB) desejar que Renata Campos, viúva de Eduardo Campos (PSB), seja candidata vice-presidente da República, caso a sua candidatura seja anunciada. Após carta da família de Campos reiterando a vontade de que a vice substitua o candidato morto, a possibilidade de Marina se candidatar cresceu consideravelmente.

Na última vez em que foi citada em pesquisa realizada pelo Datafolha, em abril deste ano, Marina Silva possuía 27% das intenções de voto. Para efeito de comparação, Aécio Neves, do PSDB, nunca atingiu tal patamar em pesquisas recentes, mesma situação de Eduardo Campos, que foi oficializado em maio como candidato do PSB.

A repórter Daniela Pinheiro, da Piauí, tem a informação de que Marina quer Renata Campos, a viúva, como candidata a vice-presidente. Considera que ela, auditora do Tribunal de Contas de Pernambuco, gosta de política e entende de administração pública. Sua candidatura seria também uma maneira de homenagear o marido e manter viva a imagem da família na própria chapa presidencial. "Seria, sobretudo, um tremendo lance de marketing", diz a revista.

A apreensão de petistas e tucanos é em relação à pesquisa que será divulgada pela Folha de S. Paulo na próxima segunda-feira (18). Nela o nome de Marina voltará à cédula, o que fará com que possa ser avaliada a força de seu nome. As informações dão conta de que antes do velório e do enterro de Campos nem PSB e nem Marina tomarão posição oficial sobre a possível candidatura.
 

Da Redação com Yahoo e Piauí