Marina anuncia apoio a Aécio e diz: “Votarei em Aécio e o apoiarei”

Marina anuncia apoio a Aécio e diz: “Votarei em Aécio e o apoiarei”
A candidata derrotado à Presidência da República pelo PSB, Marina Silva, anunciou neste domingo seu apoio ao candidato Aécio Neves (PSDB) no segundo turno das eleições. "Votarei em Aécio e o apoiarei", disse a ex-senadora em coletiva de imprensa em São Paulo, ao lado de Beto Albuquerque (PSB), que era candidato a vice-presidente na chapa que ficou em terceiro lugar.
 
Marina disse que resolveu apoiar o tucano após Aécio ter divulgado uma carta no sábado acatando compromissos  para a área social e outras reivindicações defendidas por ela. No seu entendimento, o documento assinado pelo candidato do PSDB não teve o objetivo de ganhar o seu apoio, mas sim de se comprometer com políticas voltadas ao País.
 
"Os compromissos explicitados e assinados por Aécio têm como única destinatária a nação. É apenas nessa condição que eu os avalio para apresentar minha posição no segundo turno das eleições presidenciais", afirmou. Em sua fala, Marina ressaltou o que considera avanços realizados pelos governos dos presidentes Fernando Henrique Cardoso (1995 – 2002) e Luiz Inácio Lula da Silva (2003 – 2010), como a estabilidade econômica e políticas sociais. E disse que Aécio Neves pode completar o tripé do desenvolvimento do País.
 
“Fernando Henrique Cardoso traz a contribuição da estabilidade econômica. Luiz Inácio Lula da Silva traz a inclusão social. Poderemos colocar mais uma perna para completar o tripé: a sustentabilidade ambiental.”
 
A ex-senadora também criticou a postura da candidata à reeleição, Dilma Rousseff (PT), dizendo ter sofrido "ataques destrutivos de uma política do poder pelo poder" durante a campanha presidencial e falou que é momento de alternância de poder, porque o País está abalado "com a volta da inflação" e com as "velhas alianças pragmáticas sem o suporte de um programa [de governo]."