Marcos Cavalcanti revela ameaças contra juízes e destaca medidas para diminuição de violência

Marcos Cavalcanti revela ameaças contra juízes e destaca medidas para diminuição de violência

O governador em exercício, desembargador Marcos Cavalcanti, comentou em entrevista ao Sistema Arapuan de Comunicação, que tem feito um trabalho para melhorar a segurança não só dos magistrados, mas também da população das regiões de divisa do estado.

 

“Tenho um trabalho voltado para melhorar o primeiro grau de jurisdição e comarcas mais longíquas. O governo do estado tem dado todo o respaldo com a Polícia Militar, através do Coronel Gilberto que responde pela diretoria de segurança do Tribunal, temos uma comissão de segurança, o presidente da comissão é ex-promotor e procurador geral de Justiça anterior a Bertrand Asfora, Oswaldo Trigueiro, que hoje coordena essa diretoria de segurança, levantamos todas as comarcas de divisa, temos um levantamento e onde há mais perigo, tanto ao povo quanto ao juiz”, comentou.

 

Marcos afirmou que já foi feito o levantamento e espera que o lançamento seja suficiente para colocar entradas eletrônicas, detector de metais, câmeras de segurança, redes elétricas onde for preciso, dar segurança a juiz quando preside processo de réus perigosos, fica vulnerável no Brasil, vários assassinatos de juízes, alguns juízes ameaçados de morte comprovadamente. “Estamos tomando todas as providências, as vezes até tirando da comarca e colocando para outra ou trazendo para a Capital como tem um caso. Com o fechamento de comarcas de divisas vamos fechar essa questão com segurança também para a testemunha quando estiver no fórum dando depoimento…”, lembrou.

 

“Há ameaça, não posso adiantar, mas há, porém não houve nenhum crime contra magistrado”, destacou.

 
 
 
 
Marília Domingues