Maranhão nega que tenha declarado rompimento com o governo do PSB; 'está tudo normal', garante

Maranhão nega que tenha declarado rompimento com o governo do PSB; 'está tudo normal', garante

Surfando na "onda" do presidente nacional Michel Temer - negou que tenha declarado candidatura à presidência da República em 2018 -, o senador José Maranhão (PMDB) também veio com um desmentido. Nega que tenha declarado rompimento do governador Ricardo Coutinho (PSB), também que entregaria todos os cargos ocupados pelos seu partido no governo, conforme noticiado pelo portal Polêmica Paraíba.

A informação repassada por outros portais chegou como uma reação do peemedebista ao lançamento da pré-candidatura do presidente Adriano Galdino à sucessão municipal de Campina Grande. Foi noticiado que Maranhão tinha considerado como uma "retaliação" a decisão do PMDB de não seguir com o nome de João Azevedo, oficializado pré-candidato em João Pessoa durante Congresso Estadual do PSB, neste sábado (20).

Versão de Maranhão ao portal Paraíbajá neste domingo:

- Também não dei declaração nesse sentido (de rompimento). Está tudo normal. Não é obrigatório ninguém fazer aliança. De minha parte, minha opinião continua sendo a mesma. Os partidos são livres para homologar as alianças que são feitas a nível municipal. Isso eu já expliquei isso um milhão de vezes. Eu acho que essa visão de Ricardo e Rosas é equivocada. Eu estou fora do governo. Quem é governador é Ricardo Coutinho. Então eu não posso aspirar em ser dono da Paraíba. Aliás, a Paraíba não tem dono. O dono da Paraíba é o povo”, esclareceu

 

 

 


Marcone Ferreira\Paraíbaja